ENTENDER O MUNDO/ATUALIDADES
Iceberg do tamanho do Distrito Federal prestes a se soltar da Antártida
JANEIRO 2017
 
 
Conheça
#FFFFFF
    ARTIGO      
 PLATAFORMA LARSEN C
Imprimir Enviar Guardar
 
Quase cinco mil metros quadrados de gelo da plataforma Larsen C, a maior da Antártida, poderão se soltar do continente gelado nos próximos meses, segundo cientistas. O iceberg faz parte de uma plataforma de gelo flutuante que está sobre o oceano e não faz parte do continente.

Tudo começou depois que cientistas da Nasa e do Levantamento Antártico Britânico descobriram (BAS, na sigla em inglês) passaram a analisar o ritmo de crescimento de uma fenda gigantesca na Antártida. Com mais de 100 quilômetros de comprimento, cerca de 90 metros de diâmetro e aproximadamente 500 metros de profundidade, o aumento da fenda chamou a atenção dos pesquisadores.

As análises indicam que esse pode ser um fenômeno de viés mais geográfico que climático. Para os cientistas, no entanto, o descolamento dessa gigantesca placa de gelo poderá ser semelhante à que ocorreu com a plataforma Larsen B, em 2002, a qual praticamente se desintegrou após a rachadura e o descolamento de uma enorme placa.

Apesar de seu tamanho, o iceberg não vai elevar o nível do mar após se descongelar caso se descole do continente e vá para o mar aberto. Porém, seu desligamento do continente coloca em risco os glaciais existentes na região, esses sim um risco para o aumento no nível dos oceanos.

O surgimento dessa fenda ocorreu em 2010. De lá pra cá, a velocidade do seu crescimento só cresce e seu deslocamento é praticamente inevitável. Segundo o glaciologista David Vaughan, diretor de Ciência do BAS, “a soltura deste grande iceberg pode ser o primeiro passo para o colapso da plataforma Larsen C, o que resultaria na desintegração de uma enorme área de gelo em numerosos icebergs e fragmentos menores”.

Os cientistas concordam que o futuro descolamento da placa vai mudar profundamente a paisagem da Península Antártica.