ENTENDER O MUNDO/ATUALIDADES
Dia mundial do rock, dia 13 de julho
JULHO 2012
 
 
Conheça
#FFFFFF
    ARTIGO      
 RITMO JOVEM E INOVADOR
Imprimir Enviar Guardar
 
Em 1985, o cantor e compositor irlandês Bob Geldof organizou um show com o objetivo de chamar a atenção para o problema da fome na Etiópia e no continente africano em geral. O concerto intitulado Live Aid contou com a participação de diversos artistas renomados – como Led Zeppelin, Madonna, Queen, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins, Eric Clapton e Black Sabbath – e ocorreu simultaneamente em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, Estados Unidos. O dia do evento, 13 de julho, passou a ser conhecido como o Dia Internacional do Rock.

ORIGEM
Em 1985, o cantor e compositor irlandês Bob Geldof organizou um show com o objetivo de chamar a atenção para o problema da fome na Etiópia e no continente africano em geral. O concerto intitulado Live Aid contou com a participação de diversos artistas renomados – como Led Zeppelin, Madonna, Queen, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins, Eric Clapton e Black Sabbath – e ocorreu simultaneamente em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, Estados Unidos. O dia do evento, 13 de julho, passou a ser conhecido como o Dia Internacional do Rock.

O REI DO ROCK
Dessa forma, reunindo blues, gospel e jump band jazz, os músicos negros criaram o estilo conhecido como R&B, que, por sua vez, seria a principal base para o rock and roll nos anos 1950. Rock’and’roll significa “balançar e rolar”. Alan Freed, que possuía um programa de rádio na época, teria sido o responsável pela popularização da expressão. Jerry Lee Lewis e Bill Haley foram os pioneiros do gênero e Elvis Presley, um dos principais representantes do ritmo que rapidamente conquistou a juventude. Mais tarde outras ramificações surgiram, como o hard rock, o heavy metal, o rock alternativo e o pop rock.

Elvis Presley foi a primeira grande estrela do rock. Nascido em 8 de janeiro de 1935 no Mississipi, Estados Unidos, teve infância e adolescência pobres e difíceis. O curso de sua vida foi alterado em julho de 1954, com a oportunidade de gravar uma canção com Scotty Moore, guitarrista amigo de Sam Phillips, dono da gravadora Sun Records, localizada em Memphis. Um ano antes Elvis Presley havia gravado algumas faixas no estúdio do empresário, que gostou do garoto de, então, 18 anos.

Na gravação considerada um marco do rock, Elvis Presley executou com Scotty Moore a canção “That’s All Right”. O antigo blues se transformou em algo mais ágil na interpretação do cantor cujas influências musicais passavam pelo gospel, o country e o R&B. Logo, a canção passou a ser tocada nas rádios e transformou-se em um grande sucesso. E já nos primeiros shows a personalidade de Elvis encantou as garotas, fascinadas por seu jeito original de dançar. Enquanto cantava, ele balançava os quadris, suspirava, gesticulava e fazia muitos ruídos.

Em 1955, Elvis, por influência de seu agente musical, Tom Parker, mudou de gravadora – da Sun vai para a RCA – e pouco depois explodiu com as canções "Heartbreak Hotel", "Don't Be Cruel" e "Love Me Tender". Em 1956, gravou o primeiro LP, desbancando artistas consagrados como Frank Sinatra, e participou do filme "Love Me Tender", homônimo à canção.

Em 1958, Elvis Presley foi convocado para o exército americano. Nas bases militares, primeiro do Texas e depois da Alemanha, o astro teve seu primeiro contato com as drogas enquanto suas músicas explodiam do lado de fora. Com o apoio de seu empresário, sessões de foto mostravam o cotidiano do cantor no exército americano. Outros sucessos, muitos dos quais ele havia deixado gravado anteriormente, foram lançados no período em que esteve ausente, como "One Night" e "A Big Hunk O' Love".

O período de serviço militar terminou em 1960 e Elvis voltou para a gravação de diversos filmes. Entre 1956 e 1969 foram mais de trinta longas-metragens. Assim como o ritmo de trabalho, a compulsão por anfetaminas também aumentou, vício que aos poucos foi o deixando isolado e depressivo. Ele engordou e era comum ter crises nervosas. Em 1971, sua esposa, Priscila, o deixou, levando a filha do casal. Em 16 de agosto de 1977, após diversas entradas e saídas de clínicas de reabilitação, o rei do rock foi encontrado morto em sua mansão. Muitos fãs não aceitaram e levantaram suspeitas sobre o acontecido. Até hoje Elvis Presley é considerado recordista mundial em venda de discos, com 1 bilhão e meio de álbuns vendidos.


O FENÔMENO BEATLES
John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr: integrantes de uma das bandas mais famosas da história do rock. O grupo The Beatles, surgido em Liverpool, na Inglaterra, em meados dos anos 1960 e findo nos anos 1970, ainda hoje é aclamado e suas canções figuram nas listas de músicas mais tocadas.

Os jovens filhos de operários, que começaram a carreira tocando em pubs londrinos, em pouco tempo se tornaram símbolos da rebeldia jovem, com seus cabelos compridos, suas roupas e comportamentos não convencionais. A fascinação pela banda – que em 1962 já era a mais famosa do Reino Unido – foi apelidada pela imprensa britânica de “beatlemania”.

Entre muitas canções de sucesso, podemos citar “Love Me Do”, “She Loves You”, “I Want to Hold Your Hand”, “Yesterday”, “PaperbackWwriter” e Yellow Submarine”. Como Elvis Presley, os rapazes ingleses também protagonizaram filmes: “A Hard Day’s Night”, de 1964, e “Help”, de 1965. Após um grande período de shows ao ar livre e em estádios, em 1966 eles se passam a concentrar-se em trabalhos em estúdio. É desse período o álbum “Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band”, considerado uma obra-prima pela crítica.

A exposição pública e os desentendimentos internos levaram ao fim da banda em 1970. Dez anos depois, John Lennon foi assassinado em Nova York. George Harrison morreu vítima de câncer na Califórnia, em 2001. Ringo Star e Paul McCartney continuaram em carreiras individuais. O último esteve recentemente no Brasil, em 2019, para shows que atraíram milhares de fãs de todas as idades.

Com mais de 1 bilhão de discos vendidos, a banda The Beatles figurou na lista dos mais influentes do século XX promovida pela revista americana Time.


ROCK E PSICODELIA
Outra vertente do rock, surgida na Califórnia, Estados Unidos, na segunda metade dos anos 1960, foi o rock psicodélico, ligado ao movimento hippie. O protesto contra as guerras e o conservadorismo da sociedade norte-americana embalaram as canções da época, produzidas em meio a experiências com drogas e alucinógenos. Bob Dylan, Joe Cocker e Jimi Hendrix foram os maiores representantes do estilo.

O festival de Woodstock, ocorrido entre 15 e 17 de agosto de 1969 em uma fazenda na cidade de Bethel, em Nova York, foi o evento-símbolo de uma geração cujo lema era a paz e o amor. Durante três dias, 500 mil pessoas assistiram a apresentações de alguns dos cantores e bandas mais conhecidos e em efervescência no momento.

A partir dos anos 1970 até os dias de hoje, o rock subdividiu-se em inúmeras vertentes. Alguns exemplos são o rock progressivo, de Pink Floyd; o metal, dos grupos Led Zeppelin e Black Sabbath; o heavy metal, das bandas Kiss, Iron Maiden e Van Halen; o punk rock, dos Ramones e Sex Pistols; o grunge, do Nirvana e Alice in Chains; e até o emotion hardcore, mais conhecido como emo, de Panic! At the Disco e Simple Plan.


O ROCK NO BRASIL
O rock chegou ao Brasil ainda na década de 1950. Em 1960, ele estava presente nos arranjos das canções românticas e aceleradas produzidas pela chamada Jovem Guarda, cujos principais representantes eram Roberto Carlos e Erasmo Carlos. A banda Os Mutantes, no entanto, foi pioneira na mistura de elementos do rock americano e de ritmos brasileiros. Rita Lee, vocalista do grupo, é considerada a criadora do rock brasileiro.

Na década de 1970 surgiram artistas como Raul Seixas, Alceu Valença, Novos Baianos e Secos e Molhados, os quais mesclaram o rock a estilos regionais, como o samba. Os anos 1980 e 1990 foram marcados pelo surgimento de bandas que trabalhavam em suas canções temas cotidianos e urbanos: Legião Urbana, Kid Abelha, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Abóboras Selvagens, Blitz, Titãs, Ratos do Porão, Ultraje a Rigor, RPM, Capital Inicial etc. No estilo de rock heavy metal, destacou-se o grupo Sepultura. O músico Chico Science, na década de 1990, inovou como poucos ao misturar elementos de rock, pop, maracatu e músicas regionais, criando uma batida única.

O primeiro grande festival de rock no país ocorreu no Rio de Janeiro, no início de 1985, o Rock in Rio. Foram dez noites de shows que atraíram cerca de 1,5 milhão de pessoas. Desde então, o evento já teve cerca de dez edições em diversas partes do mundo, quatro delas no Brasil – além do ano inaugural –;1991, 2001, 2011, 2013, 2015, 2017 e 2019.


PARA SABER MAIS SOBRE O TEMA