ENTENDER O MUNDO/BIOGRAFIAS
Armstrong, com a Lua a seus pés
 
 
Entenda Compreenda Século XXI Teste
    ARTIGO      CRONOLOGIA     DESTAQUE      MITOS E SEGREDOS
 CORRIDA ESPACIAL DISPUTADA
Imprimir Enviar Guardar
 
 
 
O Sputnik foi o primeiro satélite artificial a viajar pelo espaço. A URSS o colocou em órbita em 1957

O orgulho dos Estados Unidos ficou abalado em 1961, quando seu grande rival na Guerra Fria, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), assombrou o mundo ao colocar em órbita pela primeira vez na história um ser humano: Iuri Gagarin (1934-1968), a bordo do Vostok 1. Ficavam para trás quatro anos de frenética competição espacial entre as duas superportências, os quais foram marcados por sonoros fracassos norte-americanos, como a falida missão à Lua Apolo I, em 1967, na qual morreram dois astronautas, e êxitos parciais da URSS com os Sputnik, os primeiros satélites artificiais a entrar em órbita. Frente às vitórias soviéticas, em 1961, o então presidente dos EUA, John Fitzgerald Kennedy (1917-1963), demarcou um objetivo ambicioso: seu país seria o primeiro a conquistar a Lua.

O GRANDE DESAFIO
“Peço ao Congresso os meios necessários para enviar um homem à Lua e regressar para a Terra antes do final desta década”, disse Kennedy em maio de 1961. E a NASA, a agência espacial norte-americana fundada em 1958, pôs mãos à obra. Não bastava o fato do astronauta dos EUA Alan B. Shepard (1923-1998) ter sido o primeiro norte-americano a viajar pelo espaço em maio desse mesmo ano. Nem sequer o fato de outro astronauta da NASA, John Herschel Glenn Jr., ter entrado na órbita da Terra em fevereiro de 1962. Os EUA queriam mais. Kennedy não mediu esforços para alcançar tal façanha, porém, não pôde ver seu objetivo concluído, pois foi assassinado em 1963. Seis anos mais tarde, a NASA, mediante a missão Apolo XI, cumpriria o sonho do presidente assassinado.

UM MITO VIVO
O dia 20 de julho de 1969 é uma data que os norte-americanos jamais esquecerão. Os três integrantes da missão espacial Apolo XI, Neil Armstrong, Edwin Buzz Aldrin e Michael Collins, conquistaram a Lua. A façanha de Armstrong e seus companheiros fez deles mitos vivos. No entanto, Armstrong, por ter sido o primeiro homem a pôr os pés na superfície lunar, passou a ser a maior de todas as lendas da corrida espacial humana. Neil se converteu, em vida, em uma das personalidades mais importantes da história da humanidade.